“Escolhi Celebrar o Esporte e a Cultura” este é o tema dos Jogos Escolares do colégio  Michel que iniciou nesta manhã, de 5 de julho de 2018, para os estudantes dos 6ºs ao Terceirão.  Há 31 anos o Jecom é realizado com o objetivo de estimular a prática do esporte, que visa o desenvolvimento integral das crianças, jovens e adolescentes, essenciais para o seu processo de desenvolvimento individual e social.  

Este ano, o XXXI Jecom fez uma homenagem ao ex-aluno e ex-professor Geraldo Gomes Góes, que teve uma participação marcante no esporte Michelino. Durante 12 anos ele foi estudante do Michel. Depois trabalhou nesta instituição como técnico de basquetebol masculino por 9 anos e 21 anos como técnico de voleibol feminino, onde esteve à frente de muitos títulos importantes para a Instituição.  Além de receber uma placa de agradecimento, ele foi convidado a acender a tocha olímpica, símbolo das olimpíadas. A entrega da placa foi feita pela ex-aluna atleta Patrícia Mafioletti, que hoje é mãe michelina.  

Os Jogos Escolares do Michel também têm um caráter social. As inscrições para participar das competições foram feitas mediante a doação de um kg de alimento, destinados à Associação dos Haitianos de Criciúma.

Voleibol, basquetebol, futsal, xadrez, handebol e tênis de mesa são as modalidades competitivas do Jecom, que encerra dia 13 de julho, antes do recesso escolar de inverno.

 

Trajetória de Geraldo Gomes Góes no esporte

Iniciou os treinamentos de voleibol com apenas 11 anos.  Em 1982 chegou a seleção Catarinense juvenil e disputou o brasileiro em Curitiba, também disputou 4 edições do brasileiro universitário com a seleção catarinense.

No ano de 1986 conquistou a medalha de bronze no JASC em Joinville sob o comando técnico  Odilon Linhares (mestre Dila).

Já no voleibol master conquistou vários títulos com Criciúma Associação de Voleibol desde 1997.  Com vários títulos a nível nacional, foi escolhido o melhor levantador master de SC por 4 anos,  participou também do Mundial Master em Turim / Itália em 2013 com a 6ª colocação do mundo,  e para encerrar a carreira com chave de ouro, foi escolhido em 2017 na cidade de Chapecó: o atleta e dirigente destaque nos 25 anos do voleibol Master em SC.

Responda