Um espaço de escuta e partilha para pais na adaptação escolar!

Educação Infantil

Cada criança reage à adaptação escolar de uma maneira diferente. Algumas choram muito, outras nem tanto. Há as que não choram e até gesticulam um “tchau” para os pais. Este primeiro contato com a escola nem sempre é fácil para os pequenos e também para a família. Depois de dois dias acompanhando os filhos na sala de aula, quando chega a hora de deixá-los somente com a professora pela primeira vez, o coração aperta e é preciso saber como agir para facilitar esse processo.

Por isso, o Colégio Michel promove um encontro com os familiares, mediado pela psicóloga Educacional Gisele Tomé e pela professora do Programa de Desenvolvimento Individual – PDI, Vanessa Raupp Medeiros.

As profissionais conversaram com os pais, esclareceram dúvidas e explicaram que a forma como eles entregam os filhos à professora faz toda a diferença para que a criança fique. Depois realizaram dinâmicas individuais e em grupo, oportunizando às famílias um espaço de escuta e partilha de sentimentos.

“Por mais difícil que seja é importante manter-se firme e seguro na hora de deixar as crianças com o educador, mesmo que ela resista ou chore. Quando os pais ficam inseguros, os pequenos sentem e reflete na adaptação”, explicou a psicóloga.

“Olhe no olho da criança com amorosidade e ao mesmo tempo firmeza e diga: mamãe vai e já volta para buscá-lo (la)”, acrescentou Vanessa.

Durante o encontro, a coordenadora do Infantil, Gislene N. Búrigo trouxe notícias das crianças aos pais e explicou como o colégio procede nesse período. “Eles irão chorar, mas o choro não é de todo mal. Utilizamos vários recursos para envolver a criança, reforçamos a equipe para dar colo e em último caso chamamos a família, quando realmente percebe-se que está havendo sofrimento”, destacou.

A mãe de primeira viagem e ex aluna michelina, Flávia Correa Vieira, disse que essa vivência a deixou mais segura em relação à adaptação de sua filha Marina de 2 anos. “Tive ainda mais certeza de que fiz a escolha certa em trazer a minha filha para estudar no colégio onde estudei”, finalizou.

Compartilhar

Pesquisar

Search
Generic filters
Exact matches only
Filter by Custom Post Type

Colégio Michel